É Notícia

O que você quer para sua vida?

http://www.wmulher.com.br

Cada vez mais as pessoas desejam viver bem e ter qualidade de vida. Mas o que significa, nos dias de hoje, "viver bem com qualidade de vida"?

Existem parâmetros ligados a Organização Mundial de Saúde que definem qualidade de vida como ter condições de: um convívio familiar saudável com possibilidades de realizações sociais, amigos, lazer, uma vida sexual satisfatória e estimulante, trabalho com condições de realização profissional e econômica.

Os parâmetros que estão estipulados acima têm variáveis que precisam ser avaliadas de maneira cautelosa, isto é, cada pessoa tem suas próprias referências culturais, religiosas e valorativas, onde não se deve generalizar conceitos e normas de comportamento para adquirir o tão desejado bem estar.

A conquista do dia a dia é a principal fonte de alimentação para se sentir saudável e realizado; pequenas realizações frente às dificuldades que surgem diariamente serão o combustível que auxiliará no funcionamento da estrutura maior que são as metas a serem alcançadas ao longo da vida.

Nem todos querem as mesmas "coisas", no entanto, todos querem "coisas" que tragam prazer e que agreguem crescimento interior, pessoal e relacional.

O aprendizado em lidar com as diversas maneiras de olhar a vida, em suas vicissitudes, poderá ser um grande aliado no sentido de conquistar momentos saudáveis e agradáveis que não sejam apenas contemplativos e acreditar que a integração poderá trazer experiências únicas que colaborarão para novos arranjos.

Existem sentimentos importantes para a conquista de relações saudáveis, sem os quais se torna impossível a convivência como, por exemplo, a confiança, o respeito, a admiração e o bem querer.

Sentimentos como raiva, medo, insegurança e ansiedade destroem as relações e fazem com que muitas vezes as pessoas se afastem do mundo em que convivem. Assim, se faz necessário reconhecer estas limitações e buscar uma saída.

Estacionar na dor não ajuda em nada: a dor existe e faz parte da vida, servindo para que as pessoas percebam que é hora de mudar, cuidar de si e transformar sensações desagradáveis em oportunidades para modificar comportamentos e escolhas.

O caminho que cada um busca é conseqüência de uma história de vida, não existindo receitas ou modelos, mas podendo existir alternativas a serem descobertas individualmente, em conjunto ou as vezes, de ambas as maneiras, evidenciando a importância da comunicação que se estabelece entre as pessoas. A comunicação deve traduzir, de maneira clara, transparente e direta, o que se quer, dando condições de ouvir o que é dito.

Aspectos importantes para esta comunicação estão relacionados à satisfação, prazer, fantasia, desejo, amor, numa eterna conquista humana de sustentação de idéias, ações e experiências que sejam gratificantes e edificantes.

Pode-se traduzir no poema de Manuel Bandeira (1886-1968),

"Pousa a mão na minha testa":
Não te doas do meu silêncio,
Estou cansado de todas as palavras.
Não sabes que te amo?
Pousa a mão na minha testa,
Captarás numa palpitação inefável
O sentido da única palavra essencial - Amor